Conheça as Ilhas Seychelles

Sobre as Ilhas Seychelles

As ilhas Seychelles, ou simplesmente Seychelles, é um arquipélago constituído de 115 ilhas de coral e granito no Oceano Índico. Localizada ao nordeste de Madagascar, no continente africano. O destino é conhecido pelo clima quente durante o ano todo e por suas paisagens paradisíacas, natureza preservada, experiências exclusivas e sua multiculturalidade. Por tudo isso, Seychelles é muito procurado por casais para viagens românticas, lua de mel, famílias com crianças pequenas, mergulhadores, por quem gosta de atividades ao ar livre ou mesmo grupo de amigos.

Seychelles é um dos cinco países africanos com a qualidade de vida considerada alta, segundo o Índice de Desenvolvimento Humano de 2017 (IDH). O país está na 63ª posição do ranking global, 16 à frente do Brasil, que está na 79ª colocação. Lá, a população tem educação, saúde e bem-estar garantidos por lei e até uma recente Universidade com mais de dez cursos.

Turismo Sustentável em Seychelles

Seychelles valoriza muito o turismo sustentável. Com cerca de 50% de sua área terrestre preservada, o destino se orgulha de suas práticas de conservação e preservação da natureza. Devido a essa preocupação com a preservação do seu patrimônio, algumas áreas possuem o controle da quantidade de turistas.

As ilhas de Seychelles abrigam uma enorme diversidade de aves que pode ser encontradas na natureza aberta ou em áreas de preservação. Os tesouros desse museu de história natural podem ser descobertos ao longo de suas trilhas por meio de paisagens de tirar o fôlego, dos parques nacionais, de outras reservas e de seu crescente número de empreendimentos de ecoturismo.

Patrimônios da humanidade Unesco em Seychelles

As Ilhas Seychelles possuem dois patrimônios da humanidade pela Unesco em seu território.

A Reserva Natural de Vallée de Mai, na ilha de Praslin, protege a maior semente do mundo vegetal, o coco-de-mer, ou coco-do-mar. Durante muitos anos, os navegadores pensaram que ele crescia no fundo do mar, uma vez que só o encontravam flutuando. É produzido por uma palmeira, a Lodoicea maldivica, endêmica das ilhas de Praslin e Curieuse, porém, nos dias atuais alguns exemplares já foram introduzidos em outras ilhas do arquipélago.

O Atol de Aldabra é composto por quatro ilhotas coralíneas, formando uma grande laguna, cercada por um recife de corais. Uma das principais atrações das ilhas Seychelles são as tartarugas gigantes. Em Seychelles existem uma população de mais de 150 mil tartarugas-marinhas, a maior do mundo. Por estarem em perigo de extinção, os cientistas estão estudando formas de preservar e procriar as tartarugas.

Cultura nas Ilhas Seychelles

Seychelles recebeu pessoas de diferentes culturas, religiões e tradições durante séculos. Em diferentes momentos de sua história, pessoas do continente africano, europeu e asiático chegaram às ilhas trazendo consigo tradições e costumes distintos, contribuindo para o modo de vida e cultura local. Por esse motivo, o país desenvolveu raízes multiétnicas, que estão presentes até hoje nas suas línguas oficiais (creole, inglês e francês), religiões, gastronomia, artes, música, dança e arquitetura.

A música e a dança desempenham um importante papel na cultura de Seychelles e em todos os tipos de festas locais. Os artistas exibem diversos estilos que mostram essa característica multicultural e realçam as muitas influências culturais no país.

As ilhas principais

As ilhas de Mahé, Praslin e La Digue são as principais e as mais visitadas pelos viajantes. Este conjunto representa a parte cultural de Seychelles, onde vive a maior parte da população. As ilhas exteriores são mais afastadas e mantêm suas características naturais praticamente intactas.

Existem duas empresas que oferecem o transporte por barcos em Seychelles e transportam centenas de passageiros entre as principais ilhas do país.

Mahé

Mahé é a maior ilha do arquipélago, onde localiza-se o Aeroporto Internacional e a pequena capital, Victoria. Também é a casa da grande maioria da população, cerca de 90%. Existem 65 praias no local. Há muitas opções de hotéis e restaurantes além de uma enorme gama de passeios e atrações.

Praslin

Praslin é a segunda maior e mais populosa ilha de Seychelles. São cerca de 8.600 habitantes e 37 km². É possível conhecê-la de carro, de ponta a ponta, em menos de 2 horas. Essa é a segunda ilha mais procurada pelos turistas.

A ilha está localizada a 44 quilômetros de Mahé, a uma hora de ferry boat, sendo esse o melhor custo-benefício. Já de avião são apenas 15 minutos.

Praslin possui lindas praias, o Vallée de Mai, animais raros, um povo alegre e hospitaleiro, bons restaurantes e ótimas opções de hospedagem. Além disso, nesta ilha está a única fazenda de ostras do Oceano Índico. É possível visitar um aquário, segurar ostras na mão, além de fazer umas comprinhas de pérolas e outras joias.

La Digue

La Diguedas ilhas habitadas, é a mais difícil de se chegar.  La Digue não tem aeroporto. O único jeito de se chegar é por mar, com os jettys. Abriga a praia que, por si só, vale todo o esforço da viagem até lá: a Anse Source d’Argent (foto). Esta praia é repleta de rochas onde se pode escalar ou brincar de pular nas águas calmas. Em La Digue, inclusive, existe uma trilha que passa por três lindas praias. Em apenas meia hora é possível conhecer as chamadas Grand Anse, Petit Anse e Anse Coco. A ultima destas, só é possível conhecer a pé ou de barco.

Outras ilhas

Além das principais, existem várias ilhas exclusivas com apenas um hotel. Estas oferecem uma experiência única e mais privativa aos viajantes, além de uma natureza extremamente preservada. Os viajantes costumam visitar mais de uma ilha durante sua hospedagem. Mesmo com excelentes resorts, Seychelles é um destino que merece ser explorado. Cada uma das ilhas é diferente e a viagem fica ainda mais rica com um roteiro que combina vários locais.

Outras ilhas que possuem acomodação: Bird Island, Cerf, Chauve Souris, Cousine, Denis Island, Ste. Anne, Frégate, North Island, Round Island (Praslin) e Silhouette.

Ilhas sem acomodação: Anonyme, Aride, Conception, Cousin, Curieuse, Félicité, Grande Soeur, St. Pierre, Ile Cocos, Long Island, Moyenne, Petite Soeur e Round Island.

Como ir às Ilhas Seychelles

Considerando a saída do Brasil, não é uma viagem curta e não existem voos diretos para chegar a Seychelles. O principal aeroporto do arquipélago é o da ilha de Mahé, que serve a capital Victoria. O caminho mais curto é embarcando em voos com Qatar e Emirates, em jornadas que duram de 20h30 a 22h, com escalas em Doha e Dubai, respectivamente. Há também a possibilidade de fazer viagens pelo Quênia e África do Sul, com Kenya Airways e South African Airways.

Câmbio de moedas nas Ilhas Seychelles

A moeda local é a Rúpia de Seychelles (SCR), dividida em 100 centavos. As moedas estão disponíveis nos valores de 0,05; 0,10; 0,25, 1 e 5 rúpias. As notas são de 10, 25, 50, 100 e 500 rúpias.

As taxas de câmbio estão disponíveis no site do Banco Central de Seychelles, bem como nos demais bancos.

A troca de moedas estrangeiras por rúpias de Seychelles deve ser feita apenas em bancos e casas de câmbio autorizadas ou em operadores licenciados. Visitantes não devem realizar o câmbio com nenhuma pessoa que se aproxime em lugares públicos devido à alta possibilidade de que ela esteja envolvida com tráfico ilegal, provavelmente de moedas falsas.

Tenha cuidado! É crime fazer câmbio de moedas com qualquer pessoa ou instituição que não seja autorizada!

Geralmente, o horário de funcionamento dos bancos é de segundas às sextas-feiras, das 8h às 14h, e, aos sábados, das 8h às 11h. Todos os bancos aceitam traveller’s check e realizam operações de câmbio. A apresentação do passaporte é exigida para as transações de visitantes e comissões sobre elas podem ser cobradas.

Caixas eletrônicos fornecem dinheiro em moeda local e estão disponíveis nos principais bancos de Mahé, Praslin e La Digue e nos aeroportos de Mahé e Praslin.


Leia também:

➡ Alfândega brasileira: Tudo o que você precisa saber!

➡ O que levar na bagagem de mão?

➡ Top 10 países para viajar em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *